terça-feira, 3 de outubro de 2017

COISAS DE ADORNAR PAREDES finalista do Prêmio Jabuti 2017!


Posso dividir uma alegria? Meu livro COISAS DE ADORNAR PAREDES é um dos finalistas da recém criada categoria de quadrinhos do Prêmio Jabuti. Estar nessa primeira seleção que há muito sonhávamos, concorrendo com amigos e colegas com trabalhos incríveis já é um prêmio. Outro é ser um editor independente, não uma editora de fato e estar ali, entre nomes de peso do mercado editorial. E eu devo muito a todos que me apoiaram nesse projeto, finalizado num momento pessoal extremamente difícil. Especialmente aos meus amados Fernanda, Tere, Heitor, Violeta, Claudia, Jasmine, Malu, Aline, Ismael e Joaquim. Se você não leu, tem nas livrarias, comic shops e pode até pedir pra mim que mando autografado pelo correio. O maior prêmio é a sua leitura.

quarta-feira, 8 de março de 2017

Resenha da edição portuguesa de Coisas de Adornar!

E Coisas de Adornar segue encantando os leitores portugueses! Agora é a vez do crítico Pedro Cleto, que colocou a HQ como "uma das melhores BD editadas em Portugal em 2016".
Para conhecer o trabalho desse resenhista acesse: http://asleiturasdopedro.blogspot.com.br/2017/03/coisas-de-adornar-paredes.html
Reproduzo abaixo a resenha publicada por ele em 08/03/2017:

Coisas de adornar paredes

2, 3, 4, … em um
Uma das grandes edições lançadas em 2016 em Portugal, este Coisas de Adornar Paredes é uma bela surpresa a vários títulos, desde logo pela multiplicidade de histórias que nos proporciona.
Colectânea de contos curtas, tendo como traço de união (tudo) aquilo que penduramos nas paredes e algo mais que destacarei no fim, este (belo) livrinho revela o enorme potencial de (mais) um autor brasileiro, José Aguiar.
Vou começar pelo traço, onde se adivinha a cor – cores - que noutros casos tem tido, e que apesar de alguma simplicidade, brilha graças às subtis mudanças de câmara que vão sendo introduzidas e que dão o dinamismo ligeiro necessário a histórias narradas em off.
Histórias simples, realistas, terra a terra (que elogio que isto é!), que fazem lembrar, pela simplicidade e abordagem o mestre Will Eisner e que poderiam ser, várias delas, um belo romance gráfico, assim Aguiar o tivesse desejado.
A santinha (no nicho na parede), símbolo da crendice de olhos vendados, o calendário da modelo (pendurado na parede) ou a obsessão sexual e os sonhos (ir)realizados, a reprodução da Última Ceia de Cristo, de Leonardo da Vinci, as fotos de várias gerações, uma simples rachadela ou os azulejos que vão surgindo intermitentemente ao longo do relato, são as tais ‘coisas de adornar paredes’ que o (belo) título destaca e que podem ser, representar, significar mais, muito mais do que aquilo que num simples olhar aparentam, pela forma como quem as pendura se relaciona com elas e as valoriza.
Tudo isto serve a José Aguiar para mergulhar no quotidiano, na vida, nos sonhos de seres humanos simples como nós, e traçar de forma impressiva retratos poderosos, que tocam, fazem pensar e questionarmos o que penduramos nós nas nossas paredes.
E a tudo isto, como o tal traço de união extra que referi no início, Aguiar acrescenta, no final de cada relato curto, umas poucas páginas em, que, com dois amigos, reflecte sobre as suas criações, ouve as opiniões dos outros, expõe as dificuldades de editar que os autores enfrentam no Brasil – lá, como cá – dando mais ainda (de si) ao leitor.
Coisas de adornar paredes
José Aguiar
Polvo
Portugal, Outubro de 2016
150 x 210 mm, 120 p., pb, capa mole com badanas
ISBN: 978-989-8513-60-1
11,90 €

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Primeira crítica internacional de Coisas de Adornar Paredes!

Em novembro, meu “Coisas de adornar paredes” teve sua edição portuguesa publicada pela Editora Polvo em Portugal, durante o festival Internacional da Amadora! Agora chegam as primeiras  e excelentes impressões da crítica dolado de lá do oceano: A primeira foi  publicada no semanário “Expresso”, em 30 de Dezembro de 2016. O “Expresso” é o jornal mais importante de Portugal e raramente faz crítica a quadrinhos. Inclusive, ter uma crítica neste jornal é uma feito disputadíssimo!Clique na imagem para conferir.

Segue também link para o blog do Pedro Cleto (grande divulgador português das BDs/HQs), que considerou o seu livro como uma das quatro “Melhores Leituras de 2016”:

Coisas na lista de melhores HQs de 2016!

E começamos 2017 com uma ótima notícia!

Os editores Jota Silvestre e Társis Salvatore do Blog Papo de Quadrinho da revista cultural O GRITO
elegeram COISAS DE ADORNAR PAREDES a melhor HQ do ano passado.
Os critérios: material inédito lançado no Brasil no ano que terminou e HQs que, de algum modo, trouxeram algo de inusitado, surpreenderam e, por que não dizer, emocionaram os editores. Confira abaixo a resenha deles e a lista completa aqui: http://tinyurl.com/zp6vcpz.
1. Coisas de Adornar Paredes, de José Aguiar (edição única, Quadrinhofilia)
De tão simples, a ideia chega a ser genial. Nesse álbum, José Aguiar (um dos autores envolvidos com o Capitão Gralha, acima) explora a relação das pessoas com azulejos, quadros, santos e tudo aquilo que se usa para decorar as paredes. Não bastasse a edição caprichada, a arte aquarelada em tons de cinza e a visão poética de Aguiar sobre um tema tão prosaico, a HQ explora de forma magistral a metalinguagem. O personagem Chico é o autor dos contos apresentados, que se desenvolvem à medida que ele se relaciona com os colegas de trabalho.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

HQ sobre a CCXP 2016!

E Coisa de Adornar Paredes marcou presença no maior evento de cultura pop do planeta! Inclusive fiz uma HQ, publicada em 14 de dezembro no jornal Gazeta do Povo, contando como foi a experiência! Clique para ampliar e ler mais tranquilo!

Coisas de Adornar na CCXP 2016!

E Coisas de Adornar Paredes ganhou dezenas de leitores novos na Comic Con Experience 2016!


No clima do evento para melhor vender!

Doutor Estranhofez o livro sumir rapidinho do evento!
Teve quem teleportou seu exemplar para casa!

Bom gosto não tem idade!

Bíceps ajudam a vender!

Galera do site Terra Zero prestigiando!

Quem leva "Coisas"leva todas as outras!

O aluno Fábio Fratt e sua esposa Weruscka, a equipe Relinkarium da mesa F29!

COISAS DE ADORNAR PAREDES pelo mundo 9: TOUR LISBOA!